Jackpot Fishing

Jackpot Fishing - Ações de São Martinho (SMTO3) e Jalles Machado (JALL3) caem após balanços e com discussão sobre impostos de combustíveis no radar

Contudo, apesar da incerteza que segue no setor de açúcar e etanol, analistas destacam resiliência nos resultados das companhias

Equipe Jackpot Fishing

Publicidade

Duas empresas do segmento de açúcar e álcool divulgaram na noite da última segunda-feira (13) seus resultados referentes ao terceiro trimestre do ano safra 2022/2023: o grupo São Martinho(SMTO3) e a Jalles Machado(JALL3), tendo uma sessão pós-resultado negativa.

Os ativos SMTO3 fecharam em forte queda de 4,76%, a R$ 26,61, enquanto JALL3 amenizou as perdas na reta final do pregão, mas ainda fechou em baixa de 1,34%, a R$ 7,38.

Para a XP, a São Martinho reportou um trimestre em linha com receita estável, mas margens menores devido aos preços mais altos dos insumos e produtividade mais baixa no canavial, o que afetou na diluição dos custos fixos. Para os analistas, apesar do açúcar, resultados mais fracos eram amplamente esperados devido aos preços mais baixos do etanol e maiores custos de insumos.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Os preços do açúcar seguem surpreendendo por sua resiliência, avaliam os analistas da casa, permitindo à companhia fazer hedge acima das médias históricas para o 3T23 em R$ 2.037 a tonelada (t), 4T23 em R$ 2.537/t e da safra 23/24 em R$ 2.316/t.

Além disso, embora os preços do etanol no mercado interno ainda estejam defasados e a incerteza quanto à retomada dos impostos federais sobre o preço da gasolina em março de 2023 seja desconfortável, a XP saúda a capacidade da empresa de aumentar as exportações de etanol em 3,6 vezes em receita nos primeiros nove meses do ano safra. Para eles, esse é um benchmark a ser seguido.

Com esse cenário, os resultados ficaram em linha com as estimativas da XP, apresentando margens menores, mas ainda acima das médias históricas, com dois destaques: (i) embora ligeiramente abaixo no trimestre, houve volumes sólidos de etanol exportado (80 mil m³), ​​que podem tornar-se um importante fator de mitigação de riscos, na visão da casa; e (ii) as despesas financeiras ficaram abaixo das estimativas, levando o lucro líquido a ficar 12% acima das estimativas da XP.

Continua depois da publicidade

Para os analistas, os olhos estão voltados para a discussão de como será implementada a devolução dos impostos sobre combustíveis. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), afirmou no fim de janeiro que não discute a desoneração dos combustíveis “desde 1º de janeiro” – data da posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e da equipe do novo governo – e que até o momento sua pasta não foi provocada sobre a possibilidade de uma prorrogação da medida.

Enquanto isso, a XP tem uma visão positiva para o açúcar. Isso porque, apesar do aumento projetado na moagem de cana-de-açúcar no Brasil, a perspectiva de oferta e demanda permanece apertada, apoiada principalmente por uma diminuição esperada da participação da Índia no comércio global e um aumento há muito esperado na demanda.

A Eleven também ressalta que, no 3T23, a receita líquida da companhia atingiu R$ 1,53 bilhão (estável na base anual), resultado principalmente dos maiores volumes de açúcar e etanol, além de maiores preços do açúcar, o que acabou compensando os menores preços de etanol.

Na visão da casa de research, apesar dos desafios que o setor de açúcar e etanol tem enfrentado em relação à política de preços dos combustíveis e desvantagem tributária do etanol em relação à gasolina, a São Martinho permanece líder no mercado em termos de rentabilidade e produção, além de ser capaz de gerar caixa mesmo em momentos de preços baixos a partir de sua estratégia acertada de comercialização e hedge.

“No entanto, acreditamos que o preço da ação já reflete um prêmio justo pela capacidade de gestão da companhia. Ademais, as atuais discussões políticas acerca da regra de preços da Petrobras (PETR4) e tributárias trazem um risco adicional para todo o setor”, dizem os analistas da Eleven, reiterando assim recomendação neutra para SMTO3, com preço-alvo de
R$ 33,00.

Jalles Machado

No caso da Jalles Machado, a baixa produtividade e maior comercialização de etanol prejudicaram a margem, avalia a Eleven.

A companhia reportou um resultado acima das expectativas, impulsionado pela maior contribuição da Usina Santa Vitória. No entanto, a margem Ebitda  (ou Ebitda, lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações, sobre receita líquida) veio abaixo do esperado pela casa devido às questões climáticas que afetaram a safra e maior comercialização de etanol.

A receita líquida consolidada atingiu R$ 509,3 milhões (+41,5% ano a ano), refletindo a consolidação da Usina Santa Vitória, que gerou uma receita de R$ 159,6 milhões.

Considerando apenas as usinas da Jalles Machado, a receita apresentou uma queda de 3% anual devido à menor produção de ATR (Açúcar Total Recuperável) no trimestre, além dos menores preços tanto do etanol quanto do açúcar.

A queda dos preços foi compensada por um aumento de 244,3% na comercialização de etanol (principalmente anidro) e açúcar orgânico (+32,7% ano a ano).

Sem levar em conta a Usina Santa Vitória, o Ebitda apresentou uma queda de 34,7% no ano, enquanto a margem Ebitda foi de 54,5% (-26,4 pontos percentuais no ano), devido aos maiores custos com insumos, redução da produtividade devido às questões climáticas que ocasionaram uma safra mais curta e pela venda de maiores volumes de etanol que apresentaram menores margens.

“Continuamos enxergando a Jalles Machado bem-posicionada no mercado de açúcar e etanol. Vale ressaltar que o açúcar branco tem um prêmio de 15% em relação ao açúcar bruto, enquanto o orgânico, que iniciou a retomada dos embarques, tem um prêmio de mais de 100% em relação ao convencional”, apontam os analistas da Eleven.

Ademais, eles destacam seguirem confiantes em relação ao cenário global de manutenção dos preços do açúcar, devido a uma oferta global mais restrita do adoçante e que deve contribuir para compensar a margem mais baixa do etanol. Assim, reiteram recomendação de compra para JALL3 com um preço-alvo de R$ 16,00, equivalente a um potencial de valorização de 114%.

A XP aponta que os resultados foram mais fracos do que o esperado, embora com alguns pontos positivos: o esmagamento foi encerrado mais cedo neste ciclo, portanto a base de comparação era mais difícil, mas a decisão estratégica de acelerar as vendas de etanol devido ao risco – confirmado posteriormente – de não retomada de impostos federais na gasolina mostrou-se correta e as vendas de açúcar orgânico continuaram em recuperação, conforme o frete internacional segue em tendência de queda.

“A incerteza em relação aos impostos ainda é um problema para o setor, então a aposta mais segura de diminuir os estoques de quase todos os produtos parece razoável, pelo menos por enquanto”, avaliam os analistas.

Juntamente com seus resultados, a Jalles divulgou uma revisão para baixo de seu investimento em capital de expansão e aumentou de manutenção. “Continuamos preferindo o perfil menos commoditizado da Jalles no setor de açúcar e etanol”, afirmam os analistas.

A XP reforça a visão positiva que tem com o cenário para o açúcar e aponta ainda que, no caso da Jalles, a recuperação em curso na cadeia de fornecimento de vendas de açúcar orgânico deve ser concluída nos próximos trimestres. Os analistas esperam que isso crie uma dinâmica positiva para as margens da Jalles e, portanto, ajudar a compensar os custos mais altos.

Jackpot Fishing Mapa do site