Jackpot Fishing

Jackpot Fishing - Itaúsa (ITSA4) rescinde acordo de acionistas da XP (XPBR31)

Com a rescisão, os membros indicados pela Itaúsa no Conselho e no Comitê de Auditoria da XP renunciarão aos seus cargos oportunamente

Felipe Moreira

Publicidade

A Itaúsa (ITSA4) rescindiu, nesta segunda-feira (10), de comum acordo com os demais signatários, o acordo de acionistas da XP.

A participação atual da Itaúsa é de 4,28% do capital social total e 1,51% do capital votante na XP.

Com a rescisão, os membros indicados pela Itaúsa no Conselho de Administração e no Comitê de Auditoria da XP renunciarão aos seus cargos oportunamente e, com isso, a Itaúsa deixará de registrar contabilmente o investimento na XP pelo método de equivalência patrimonial, passando a tratá-lo como ativo financeiro mensurado a valor justo.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo fato relevante, a mudança no tratamento contábil pela Itaúsa, conforme exigido pelas normas contábeis, impactará positivamente o resultado do terceiro trimestre de 2023 em, aproximadamente, R$ 860 milhões (valor líquido), considerando a cotação da ação da XP e a taxa de câmbio de fechamento da última sexta-feira (7).

A holding afirmou ainda que manterá o plano de desinvestimento na XP, conforme já comunicado, “por não se tratar de ativo estratégico, sendo que os recursos a serem obtidos serão destinados majoritariamente ao reforço de caixa e à ampliação do nível de liquidez da Itaúsa”.

Jackpot Fishing Mapa do site