Jackpot Fishing

Jackpot Fishing - confira as datas de corte para investir em ações em janeiro e ganhar com dividendos

Na lista de janeiro, há empresas como Taesa, Bradesco, JHSF e Pague Menos

Katherine Rivas

(Arte: Leonardo Albertino)

Publicidade

A partir desta sexta-feira (6), 15 empresas têm “data com” – ou datas de corte – programadas para janeiro. O investidor que quiser garantir o recebimento de dividendos ou juros sobre capital próprio (JCP) anunciados por essas companhias deverá ter as ações em carteira até lá. A partir da “data-ex”, quem comprar os papéis não fará mais jus aos proventos.

Na lista de janeiro, há empresas como Taesa (TAEE11), Bradesco (BBDC4), JHSF (JHSF3) e Pague Menos (PGMN3).

Lembrando que os dividendos não sofrem tributação do Imposto de Renda. Já no caso dos JCP é descontada uma alíquota de 15% sobre o valor bruto pago pelas empresas.

Oferta Exclusiva para Novos Clientes

CDB 150% do CDI

Invista no CDB 150% do CDI da XP e ganhe um presente exclusivo do Jackpot Fishing

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O pinga-pinga da Taesa não para

Para quem ficou contente com os dividendos de até R$ 1,06 pagos pela Taesa em dezembro, em janeiro tem mais. No dia 23, a companhia vai depositar mais R$ 460 milhões em dividendos intercalares referentes ao exercício de 2022. O valor por ação ordinária (TAEE3) e preferencial (TAEE4) será de R$ 0,44. Já quem possui as units(TAEE11) receberá R$ 1,335. Terão direito aos proventos os investidores com posição acionária no dia 10, próxima terça-feira.

A Taesa integra a lista de ações mais recomendadas pelos analistas para dividendos em 2023, com dividend yield (taxa de retorno com dividendos) projetado de até 10,5%. Em 2022, a transmissora figurou entre as dez maiores pagadoras de dividendos da Bolsa, registrando até setembro um dividend yield de 13,35%.

Saiba mais:

Continua depois da publicidade

De volta às raízes: BBSE3 é favorita para dividendos em 2023, além de bancos e elétricas; veja as 5 mais citadas

Segundo Luan Alves, head de equity da VG Research, a Taesa é uma espécie de “título público” da Bolsa, por ter um modelo de negócios resiliente e ainda com baixo risco. “Os contratos das linhas de transmissão são de longo prazo, entre 20 e 30 anos, e reajustados pela inflação anualmente”. De acordo com o analista, se a demanda de energia subir ou cair, a Taesa continua recebendo por transmitir.

Alves projeta que a Taesa (TAEE11) entregue um dividend yield de 9,5% em 2023. Segundo o analista, a ação estava cara quando cotada no patamar de R$ 45, mas ficou atrativa negociando atualmente perto dos R$ 34.

Daniel Nigri, fundador e analista da Dica de Hoje Research, projeta um retorno em dividendos de 10,5% para TAEE11 ou dividendos por ação de até R$ 3,80. Segundo ele, se comparado com a renda fixa, a Taesa seria capaz de entregar ao investidor uma rentabilidade de IPCA mais 10% durante os próximos sete anos.

Segundo a sua política de dividendos, a Taesa se compromete a pagar pelo menos 50% do seu lucro líquido ajustado aos acionistas. No entanto, esse payout foi superado todos os anos desde 2009, quando a companhia distribuiu entre 71% e 95% do lucro líquido ajustado aos investidores. Levantamento do Jackpot Fishing destaca que a Taesa paga proventos religiosamente nos meses de maio, agosto, novembro e dezembro.

O preço-teto de compra da TAEE11 indicado pela Dica de Hoje Research é de R$ 42, para não pagar caro pelo ativo. Já na plataforma AGF+, o dividendo projetivo para a Taesa em 2023 é de R$ 3,11 por ação, com preço-teto de R$ 51,88 – caso o investidor espere garantir pelo menos 6% de dividend yield.

Leia também:

Agenda de dividendos de janeiro: Petrobras, Santos Brasil, Itaúsa e Direcional pagam nesse mês

Como receber dividendos todo mês? Confira uma carteira com 11 ações que fazem pagamentos regulares

Não esqueça destas datas

Sergio Biz, analista focado em dividendos e sócio do GuiaInvest, explica que a “data com” e a “data ex” são termos muito importantes para o investidor se organizar na procura por renda passiva.

A “data com” indica qual é o último dia que o acionista tem para entrar em uma ação e receber os proventos (dividendos ou JCP) anunciados. Se o acionista compra e mantém os papéis em carteira até a “data com”, receberá os valores na data combinada. Se o acionista vende as ações antes da “data com” ou compra os papéis depois dela, não fará jus aos proventos anunciados na ocasião.

Já a “data ex” representa o momento em que o acionista deixa de ter direito aos proventos. Nesta data, o preço das ações sofre um reajuste descontando o valor dos proventos. Isso ocorre porque o dinheiro distribuído na forma de dividendos ou JCP sai do caixa da empresa.

Um erro muito comum entre investidores e que deve ser evitado é comprar uma ação que vai pagar dividendo em uma determinada “data com” e vendê-la na “data ex”, acreditando estar ganhando os dividendos de graça – na verdade, estão saindo no zero a zero.

Confira abaixo a lista completa de “data com” de janeiro:

Sexta-feira (6)

Bradesco (BBDC3;BBDC4)

 WLM Participações (WLMM3;WLMM4)

Conservas Oderich (ODER3;ODER4)

Terça-feira (10)

Taesa (TAEE3,TAEE4,TAEE11)

Terça-feira (17)

JHSF (JHSF3)

Terça-feira (24)

Cury (CURY3)

Quarta-feira (25)

Technos (TECN3)

Consórcio Alfa de Administração (BRGE11;BRGE5;BRGE6;BRGE7;BRGE8)

Banco Alfa de Investimentos (BRIV3;BRIV4)

Alfa Holding (RPAD5)

Quinta-feira (26)

Santander (SANB11;SANB4;SANB3)

Sexta-feira (27)

Pague Menos (PGMN3)

Segunda-feira (30)

Banco Pine (PINE3;PINE4)

Terça-feira (31)

Banco Banestes (BEES3BEES4)

Banco Itaú (ITUB3ITUB4)

Leia também:

Petrobras perde espaço nas carteiras de dividendos em 2023, apesar de retorno previsto de até 22%; por quê?

11 small caps que ainda pagam dividendos acima da Selic de 13,75%; em quais vale a pena investir em 2023?

Katherine Rivas

Repórter de investimentos no Jackpot Fishing, acompanha ETFs, BDRs, dividendos e previdência privada.

Jackpot Fishing Mapa do site